Um brasileiro contra os gringos no Romaniacs

Guto Constantino está na Romênia para encarar os melhores do mundo no enduro extremo para motos

Na extensa lista de inscritos, que reúne quase 500 pilotos, de 45 nacionalidades, é possível encontrar um único brasileiro: Guto Constantino.

guto-está-inscrito-na-categoria-bronzeApesar de estarmos falando de um piloto muito experiente, inclusive em eventos internacionais de enduro extremo para motos, é preciso dizer que ele vai disputar o Red Bull Romaniacs pela primeira vez.
“Eu precisava colocar essa prova no meu histórico”, confessa Guto, que está curtindo cada momento dessa participação.

Guto chega a Sibiu carregando a bagagem de quem já encarou desafios como Red Bull Hare Scramble, na Áustria, tido como um dos enduros mais difíceis do mundo, e Red Bull Sea to Sky, na Turquia.

Ele também acompanhou de perto a organização do Red Bull Minas Riders, etapa de abertura do calendário do Hard Enduro Series, disputada aqui no Brasil, em abril.
Eu estive diretamente ligado ao Minas Riders desde o início e entendo que as provas são muito parecidas, com o mesmo padrão. A diferença brutal está no número de competidores. O Romaniacs já é um evento consolidado e por isso reúne centenas de pilotos, enquanto no Brasil a gente está só começando. Mas acredito muito no futuro do Minas Riders.

O formato é mesmo bastante semelhante: o Red Bull Romaniacs é um rali de cinco dias, rasgando as montanhas romenas.
Além de piloto, Guto também tem função administrativa na equipe Orange BH e na KTM do Brasil e vai usar a presença dele no evento, um dos mais importantes da modalidade, para transmitir mais experiência e informações aos pilotos do time. Entre eles, Bruno Crivilin, uma das grandes promessas brasileiras no esporte.
Crivilin tinha planos de disputar o Romaniacs – inclusive está em Sibiu – mas teve de desistir em função de uma lesão sofrida nos treinos no Brasil.

Acompanhe os resultados do Red Bull Romaniacs em tempo real pelo site oficial do evento. É só clicar aqui.