Triumph Scrambler 1200 na Baja Portalegre

Foi uma prova dura e complicada nalguns momentos para uma dupla corajosa que enfrentou os 500 km do desafio aos comandos de motos rigorosamente de série, com 200 kg de peso a seco, num percurso técnico e cheio de surpresas.

Filipe Elias

André Fernandes começou ao seu jeito, em ritmo forte, mas primeiro um problema com o sensor do corta-corrente do descanso e depois uma queda fizeram-no perder meia hora ainda antes da meia distância. A 40 km do fim, o piloto da Scrambler azul sofreu nova queda, de que resultou uma clavícula partida. Mesmo em sofrimento, levou a sua moto até ao fim.

André Fernandes

Filipe Elias optou por uma abordagem mais cautelosa. Fez uma prova tranquila até que, a 30 km do fim, depois de uma prova inteira a ser massacrado pelas “pedradas” dos SSV, o radiador da Scrambler verde rompeu. Muito tempo perdido na remediação do problema, mas nem isso o impediu de levar a Triumph até ao pódio de chegada.

A classificação é o menos importante. O objectivo de terminar a prova foi alcançado, provando a extrema fiabilidade e resistência da Scrambler 1200, uma moto talhada para a aventura off-road com estilo clássico.

As motos são “indestrutíveis” (palavras deles), mas os pilotos foram de uma abnegação e resiliência indescritíveis. Que nos enchem de orgulho. No final afirmaram:

André Fernandes: «A moto é realmente boa e indestrutível! Fácil de guiar e com excelente andamento, mesmo nos troços mais destruídos depois da passagem dos carros. Apesar da queda, o meu pensamento era o de chegar ao fim; se a Scrambler não avaria, não vou ser eu a fraquejar!»

Filipe Elias: «Foi uma etapa de 350 km no segundo dia, bastante duros e com armadilhas. Comecei em bom andamento, mas sem correr riscos. Depois de meia da etapa comecei a ultrapassar alguns pilotos que reduziram o ritmo devido ao cansaço. Sentia-me bem, a moto estava impecável e estava a ser mais rápido que no início. Os últimos 38 km foram cumpridos em duas horas e meia devido ao problema com o radiador, solucionado com pastilha elástica, ao estilo McGyver, e a obrigar a parar para meter água, mas cumpri o meu objectivo de levar até ao fim a minha Scrambler 1200.»