Travis Pastrana volta às origens, “O MOTOCROSS”

Pastrana relembra os anos de 1990, acelerando em uma pista de MX junto com seu amigo Kevin Windham

A excentricidade de Travis Pastrana vai muito além das pistas de motocross. A lenda norte-americana chegou a um nível de “super-estrela” atingido por pouquíssimos atletas até hoje. Seu nome é conhecido em lugares que ainda nem sequer ouviram falar de motocross.
Pastrana se tornou uma das maiores promessas do esporte nos Estados Unidos durante os anos 1990. E como piloto profissional, sempre foi considerado um dos melhores. Ganhou o título 125 AMA Pro Motocross National em sua primeira tentativa, quando tinha apenas 16 anos de idade.
O norte-americano é frequentemente chamado pelos que estão à sua volta de “totalmente profissional” e foi indiscutivelmente um dos pilotos de motocross mais rápidos do planeta por um bom tempo na década de 2000.

Mas Pastrana foi mais além e encontrou uma inspiração fora do motocross, o que o fez deixar a modalidade em 2003.
Voltaria apenas para algumas corridas específicas nos anos seguintes, mas sua vida como piloto profissional em uma pista de motocross havia chegado ao fim. Os backflips duplos, os saltos com carros de rali e as acrobacias sem paraquedas acabaram ocupando o calendário de Pastrana.
Porém, ele nunca se esqueceu de onde veio, nem de sua paixão pela diversão em uma moto offroad.

E foi por isso que Travis Pastrana não desperdiçou a chance de conhecer a nova pista de motocross de Kevin Windham, a Farm 14 MX Facility. Junto com Windham, Pastrana relembrou os velhos tempos ao lado de fenômenos do motocross, como Robbie Reynard e Brett Cue, em um fim de semana épico.

E a pergunta que não quer calar é: será que Travis Pastrana volta a competir? Resposta: não.

Desculpa aí, galera.

Deixe uma resposta