Lendas do Motocross no Red Bull Straight Rhythm

Chad Reed e Ryan Villopoto são dois dos pilotos presentes nesta competição.

Na madrugada de sábado para domingo (de 21 para 22 de outubro), o Red Bull Straight Rhythm vai regressar ao Fairplex, em Pomona (Califórnia) com algumas novidades e caras novas.

No ano passado, Marvin Musquin regressou ao evento e dominou a classe Open, enquanto que a classe Lites foi vencida por Shane McElrath.

Realizado à noite e numa pista com 800 km de comprimento sem qualquer curva, o Red Bull Straight Rhythm promove os duelos entre dois pilotos, lado a lado, na luta pela vitória.

Uma das grandes novidades deste ano será a inclusão do “Two-Stroke Shootout”, onde oito pilotos vão competir entre si com motos a dois tempos, um pouco a fazer lembrar a década de 90. E quem melhor para participar nesta categoria do que Ryan Villopoto (4x campeão de Supercross e 3x campeão de Motocross) e Chad Reed?

Tendo Ken Roczen como anfitrião, Villopoto vai fazer uma pausa na sua reforma para competir pela primeira vez na sua carreira profissional em motos a dois tempos. estes dois pilotos ainda se vão juntar o especialista de motocross/endurocross, Mike Brown; um dos favoritos do público, Ronnie Mac; e o atual piloto da GNCC, Ryan Sipes.

Na classe Open se destacam Marvin Musquin, que vai defender o título do ano passado; Broc Tickle, a mais recente aquisição da Red Bull KTM Factory Racing TeamJosh Hansen e o campeão de 2016 do AMA EnduroCrossColton Haaker. Quem também vai defender o título conquistado no ano passado, mas na classe Lites, é Shane McElrath; que vai ter a companhia de Jordon SmithAlex Martin e Josh Hill. Josh Hill irá estar novamente aos comandos de uma Alta Motors Redshift MX, que tem um motor totalmente alimentado a eletricidade.

 

Deixe uma resposta