Rafael Fonseca conquista 7º título no Brasileiro de Supermoto

O domingo, 15, foi de muita velocidade no kartódromo de Itumbiara (GO). A cidade recebeu a 5ª e última etapa do Campeonato Brasileiro de Supermoto, modalidade que mistura trechos de asfalto e terra.
“Foram provas bem disputadas. Fechamos com chave de ouro. O público, como esperávamos, compareceu e fez a festa. O nível do campeonato foi muito bom e ano que vem a tendência é ser ainda melhor”, explica o diretor da modalidade e presidente da FMG (Federação de Motociclismo do Estado de Goiás), Roberto Boettcher.

Foi dia de definir os campeões da modalidade. A SM3 foi a única categoria que disputou as duas baterias. Com problemas na moto de um piloto da classe, a pista ficou suja de óleo impossibilitando que as demais categorias fizessem a segunda bateria do dia.

Wagner Alex Pavanelli venceu a primeira prova e chegou quarto na segunda. Resultados que garantiram ao piloto o título da SM3 com 238 pontos. Octavio Santos ficou em segundo no campeonato com 196 pontos.

Rafael Fonseca conquistou o sétimo título na modalidade
Rafael Fonseca conquistou o sétimo título na modalidade

Na SM1, Rafael Fonseca venceu mais uma e chegou a 225 pontos no Campeonato. Com 100% de aproveitamento o piloto conquistou sétimo título consecutivo na categoria. “Estou muito feliz por esse ano. O nível foi muito bom e conseguiu alcançar o meu objetivo. Gostaria de agradecer minha equipe e aos patrocinadores”, declara Rafael Fonseca.

Kleber Justino ficou em quinto na bateria única e com a segunda colocação no Campeonato com 192 pontos, segui por Laszlo Piquet que terminou a prova em segundo, mas na terceira colocação da classificação geral com 182 pontos. Já na SM2, Gustavo Brandão venceu a prova e garantiu o título da categoria.

Emerson Menezes venceu a prova e assegurou a segunda colocação no campeonato. Chiquinho Velasco, que não participou da etapa, já havia garantido o bicampeonato na categoria SM4 durante a 4ª etapa da competição.

Deixe uma resposta