Pilotos Sherco Brasil valtam da Europa, leia!!!!

Pilotos da Sherco Brasil Enduro Team retornam ao Brasil após temporada de treinos na Espanha, Itália e, claro, na França. Iniciativa inédita no Enduro brasileiro visa a preparação das motos e dos pilotos para a temporada 2017.

Os pilotos da Sherco Brasil Enduro Team, Ronald Santi e Rigor Rico retornaram ao Brasil em plena segunda- feira de Carnaval. Na Europa, longe de amigos e família e sem se preocuparem com a folia que acontecia aqui, eles permaneceram em concentração. Segundo os pilotos, todo o tempo no exterior foi investido em treinos e preparação das motos que eles vão usar na temporada 2017.
Ripi Galileu, também piloto nessa tríade, por motivos pessoais e profissionais não foi com seus companheiros de equipe, mas garante que estará junto na próxima viagem:

“Nosso projeto com a Sherco é audacioso e não será curto .Já temos outras viagens marcadas e estarei presente.. Fiquei aqui torcendo muito pelos caras. Sei do nível deles e o quanto essa viagem será importante para essa temporada.” disse o piloto de Barão de Cocais.

Os pilotos Ronald Santi, Rigor Rico e também o Team Manager da Sherco Brasil,Marcelo Vieira, partiram para o “velho continente”no dia 16 de fevereiro. O grupo chegou à Itália a tempo de assistir, “in loco”, o mundialmente famoso Hells Gate, evento de Extreme Enduro que teve como vencedor Graham Jarvis. Os brasileiros ainda puderam ver Wade Young e Mário Roman, também representantes Sherco, cravarem o terceiro e quarto lugares, respectivamente.

Ainda atônitos com a experiência do Hells Gate, seguiram para a fábrica de Trial da Sherco, na Espanha, para ver um pouco sobre o desenvolvimento dessas motocicletas. A próxima parada foi na divisão, do mesmo país,da WP Espanha ,fornecedora do sistema de amortecimento da fábrica francesa e uma das mais reconhecidas do segmento. Lá puderam conhecer o QG da WP e realizar os ajustes das suspensões que serão usadas em 2017. Rigor Rico estava especialmente animado:
“_É incrível o impacto que uma suspensão tem na pilotagem e performance da moto. A Sherco Factory já vem de fábrica com suspensões WP, sem duvida um sistema muito acima no mercado. Mas imagina andar com a melhor do mercado toda ajustada pra você na fábrica? É um sonho. Já a usei e estou em lua de mel. Estou faminto em 2017. Tenho a melhor moto, com a melhor suspensão: quero brigar pelo titulo.

Seguindo o cronograma, já na França, l’équipe conheceu a fábrica das motos de enduro e pôde andar nos modelos que serão usados em 2017. Além disso, foi momento de fazer os acertos de motor e suspensão a cargo da mesma equipe que é responsável pela preparação das motos dos já mencionados Mário Roman e Wade Young. Young, que estava na fábrica, foi bem receptivo, segundo a equipe. O pilotoSul-africano ainda se mostrou bem curioso acerca do RedBull Minas Riders, evento que acontece em Maio aqui no Brasil. Nossa equipe será a responsável pelo suporte ao piloto que é um do favoritos ao titulo. Era o último compromisso da equipe antes de entrar na parte mais intensiva da eurotrip, de novo na Espanha.

Nessa ultima parte da viagem, na Catalunha, Rigor e Ronald ficaram “internados” em centros de treinamento onde puderam, com apoio de fábrica da Sherco e Sherco Brasil, evoluir técnicas de Off-Road. Assessorados por Arnau López, fera do Trial que já teve companheiros de equipe do quilate de Mário Roman, Ronald e Rigor puderam treinar em terrenos diversos. Eles aproveitaram bastante o Circuit VerdMioà, uma fazenda que possui pistas de Motocross, Superenduro além de trilhas de Extreme e Hard Enduro. Santi disse que foi uma experiência única:
“_Os centros de treinamento que conhecemos na Catalunha são incríveis e VerdMoià não se compara a nada que já tenha visto: é gigante! A estrutura é coisa de sonho. Em se tratando de duas rodas off-road, basta escolher o que se quer fazer e pronto, está lá. Isso sem contar o Arnau, que é um cara de altíssimo nível no Trial, experiente e muito dedicado a ensinar. EmCaldes de Montbuy, já em outro CT, tivemos uma recepção muito calorosa, com muitas fotos e amizades feitas. Foram tão calorosos que nos lembraram do Brasil e nos motivaram a voltar para cá ainda mais fortes. Até esquecemos o cansaço por algum tempo (risos). Com certeza não voltamos para casa os mesmos pilotos.”

A viagem dos brasileiros em busca de evolução terminou com as motos entregues na fábrica da Sherco, que será responsável pelo envio das máquinas ao Brasil. O primeiro compromisso da equipe é a abertura do Campeonato Brasileiro de Enduro nos dia 18 e 19 de Março.”

Deixe uma resposta