O que muda no Brasileiro de Velocross em 2019

Os amantes da velocidade sobre duas rodas que queiram estar entre os pilotos mais velozes do país em 2019, já podem começar a se preparar para o Campeonato Brasileiro de Velocross. Previsto para iniciar dia 21 de abril, ainda com locais a definir, o regulamento da competição foi divulgado esta semana pela comissão da Confederação Brasileira de Motociclismo responsável pela modalidade.

Para a temporada o documento prevê algumas mudanças, entre elas a inclusão de uma nova categoria, a VX50, para pilotos acima de 50 anos e ainda uma alteração na categoria VXF Nacional, que agora só poderá ser disputada com motocicletas nacionais de 230cc.

Este ano a Confederação Brasileira de Motociclismo vai usar um novo critério de idade para pilotos das modalidades Motocross, Velocross, Cross Country, Motovelocidade e Enduro Regularidade. Para determinação da idade nessas modalidades, o piloto deverá ter a idade mínima completa, até o dia do encerramento da inscrição da prova escolhida. Por exemplo, se um piloto que tem 17 anos e pretende competir numa categoria onde a idade mínima exigida é de 18 anos, ele só poderá participar da categoria assim que completar tal idade, mesmo que o campeonato já tenha começado, ou seja, se a competição começou em março e o piloto fizer 18 anos em junho, ele só poderá entrar na categoria após junho. O parágrafo único ainda ressalva sobre a idade máxima, onde o piloto ao estar apto, com sua idade mínima de entrada, automaticamente poderá completar a Classe do campeonato em questão, mesmo que atinja idade superior. Havendo ainda a possibilidade de participação em uma outra classe ao completar a idade mínima solicitada para o seu acesso. “A mudança no regulamento quanto a idade para participação ocorreu devido a questões jurídicas, pois quando se completa a idade mínima exigida, o participante tem direitos legais estabelecidos. Em 2018 a interpretação quanto a idade mínima exigida não estava juridicamente correta, então vimos a necessidade de readequação para atender questões legais. Com isso, o piloto que até o ano passado tinha que ter a idade mínima exigida até dia 1º de janeiro, agora se completar a idade até o prazo final das inscrições já poderá participar da categoria, não precisando esperar um ano para o acesso.” – esclareceu Wilson Yasuda, presidente do Conselho Nacional Técnico Despotivo. O regulamento do Campeonato Brasileiro de Velocross está disponível através do link http://www.cbm.esp.br/sistema/regulamentos/8c62711416fc33f784106300a1155917.pdf

Os estados do Rio Grande do Sul, Goiás e Santa Catarina devem receber pelo menos uma das sete etapas previstas este ano para o Campeonato Brasileiro de Velocross. As inscrições quando abertas serão divulgadas no site da CBM.