MXGP, O fim do Team Yamaha Rinaldi?

Começam os rumores para a temporada de 2020 do Mundial de Motocross! O fim do Team Monster Energy Yamaha Factory – propriedade do lendário Michele Rinaldi – deixa Romain Febvre e Jeremy Seewer à procura de novas equipas.

Há 27 anos que Rinaldi representa a Yamaha no campeonato do mundo de MX. Ao longo deste período, muitos foram os títulos conquistados com pilotos como Andrea Bartolini (1999), Stefan Everts (2001 a 2006), David Philippaerts (2008) e Romain Febvre (2015).

Romain Febvre afirmou esta semana que já assinou contrato para 2020. Fala-se que o francês será o companheiro de equipa de Clement Desalle na estrutura oficial da Kawasaki. Febvre disse: “Apenas posso dizer que consegui o contrato que queria e estou muito feliz com a minha decisão!”

Quanto a Jeremy Seewer, parece haver duas hipóteses. Uma será integrar a equipa oficial da Honda ao lado de Tim Gajser. Outra possibilidade é o regresso à Wilvo Yamaha, a estrutura na qual se estreou na classe MXGP em 2018. O suíço está no 2º lugar do campeonato de MXGP e será um alvo bastante cobiçado por todas as equipas…

Vamos esperar para ver…

(Foto: Yamaha)