Mundial de Super Enduro: Adrenalina e expectativa em alta

ec16
Adrenalina e expectativa em alta para o Mundial de Super Enduro em Belo Horizonte 25.02.2016
Ansiedade e adrenalina a mil para os protagonistas da etapa brasileira do Mundial de Super Enduro, neste sábado, no Mineirinho. Ontem, na coletiva de imprensa que marcou a abertura do evento na concessionária Orange BH KTM, parceira da prova, pilotos brasileiros e estrangeiros, os organizadores do campeonato e da competição na capital mineira falaram de sua expectativa. E deixaram claro que, se depender deles, o público acompanhará mais um show de emoção, perícia e velocidade.

A começar pelo líder do campeonato, Jonny Walker. O inglês da KTM vem fazendo um duelo emocionante com seu companheiro de equipe, o norte-americano Cody Webb, situação que, espera, se repita no sábado. “A pista está ficando interessante e, embora o campeonato não se decida no Brasil, temos tudo para manter essa disputa equilibrada.” Já Webb tem lembranças especiais da capital mineira, e quer repetir o feito do ano passado. “Foi minha primeira vitória numa etapa do Mundial, não vou me esquecer nunca. Jonny me superou na pontuação depois da etapa da Argentina, mas pretendo dar o troco”.

Emoção especial também para o capixaba Bruno Crivilin, que será um dos destaques brasileiros na Júnior (categoria em que é o atual campeão brasileiro de enduro outdoor). “Aconteceu tudo de forma muito rápida. No ano passado eu estava sendo apresentado como piloto da Orange BH e, em tão pouco tempo, estou ao lado dos melhores do mundo. Espero aproveitar a oportunidade para aprender, e, porque não, sonhar em um dia disputar uma temporada completa da modalidade”, explica o piloto de 19 anos.

Responsável pelo desenho e a construção da pista (é considerado o principal especialista do fora de estrada no mundo), o francês Eric Peronnard deu uma prévia do que procurou fazer ao conceber o traçado deste ano. “Mudamos a posição de alguns obstáculos em relação aos anos anteriores e procuramos, acima de tudo, criar uma pista que fosse exigente, divertida e segura para os pilotos, e espetacular para o público. É sempre bom voltar, só não consigo ainda falar em português”.

Já o organizador da prova, Sebastião Lago Júnior, da Quanta Sports, destacou a importância de trazer o evento ao Brasil e especialmente a Belo Horizonte pelo terceiro ano consecutivo, mesmo num momento econômico difícil. “Fizemos um grande esforço para que a prova fosse realizada e, com o que aprendemos nos anos anteriores e colocamos em prática, tenho certeza de que ela será a melhor delas. É gratificante saber que o Super Enduro se consolidou no país, há várias pistas de treino pelo Brasil e será disputado pela primeira vez um campeonato nacional (com a primeira etapa justamente no sábado”, concluiu.

E ainda é possível garantir presença nessa festa das duas rodas. Os ingressos estão a venda no site oficial da competição, o www.mundialdesuperenduro.com.br, com preços que vão dos R$ 30 (meia entrada para arquibancada) a R$ 300 (camarote vip com acesso aos boxes, open bar e camisa oficial da prova). Crianças até 10 anos acompanhadas dos pais ou responsáveis entram de graça.