Home / colunas / PIONEIRISMO FAZ DO CERAPIÓ MUITO ALÉM DE UM RALI 

PIONEIRISMO FAZ DO CERAPIÓ MUITO ALÉM DE UM RALI 

CERAPIÓ

PIONEIRISMO FAZ DO CERAPIÓ MUITO ALÉM DE UM RALI 

Muito se evoluiu de 1987 até hoje. O Cerapió / Piocerá acompanhou a evolução tecnológica do país, que influenciou sobremaneira o crescimento da prova em vários aspectos. Em todos estes anos o pioneirismo se fez marca forte. As modernas motos de hoje em nada se comparam às do início dessa trajetória. Veja alguns marcos e curiosidade de várias edições da prova:

– O Cerapió / Piocerá foi a primeira prova do Brasil a realizar transferência de dados em tempo real pelo sistema KABOO, desenvolvido no Ceará

– No dia 05 de dezembro 1987 acontecia a primeira edição com a participação de 36 duplas de pilotos de moto, que partiram de Fortaleza (CE), seguiram por Sobral (CE) e Piripiri (PI) e chegaram em Teresina  (PI)

 

– Os campeões da primeira edição foram Célio Vasconcelos e Ivan Saraiva

– Em 1989 a prova já contava com participantes de 6 estados brasileiros, com 84 pilotos

– A prova entra pro calendário da Confederação Brasileira de Motociclismo em 1991 e abre o calendário nacional de enduro de regularidade

– 1996: o 9º Cerapió chega a marca de mais de 100 inscritos e teve como campeões o catarinense Sílvio Valandro (Master); o baiano Marcelo Bombana (Sênior); o piauiense João Melo (Júnior); o cearense Vladir Menezes (Novatos) e na categoria turismo Peter Ferreira (PI)

– Em 2001 acontece a estreia da modalidade

bike no Piocerá. Nos motores, uma nova marca expressiva: 122 motos e 85 carros

– O 18º Piocerá, realizado em 2005, teve mais de 1.400 quilômetros com chegada em Beberibe (CE) e o ex-pugilista Acelino ‘Popó’ participou da prova de carros

– A globalização é a marca da prova de 2007 com participação de competidores da Bélgica, Itália, Suíça e Holanda

– Em 2008 o Piauí não integra o roteiro. A prova saiu de Fortaleza (CE) e teve chegada em Recife (PE)

– Os UTVs passam a dividir as trilhas com os 4×4, motos, quadriciclos e bikes em 2013

– Em 2016 a prova se consagra com uma das mais técnicas da história e reúne a marca de 500 competidores

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Inscrições abertas para a 6ª etapa do Brasileiro de Motocross

A 6ª e penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross será realizada em Campo Grande …

Translate »