Honda Racing busca 4 título consecutivo no Sertões

Atual campeão, Jean Azevedo pode se tornar o maior vencedor da história da prova; Equipe também acelera com os pilotos Gregorio Caselani, Tunico Maciel e Júlio “Bissinho” Zavatti

Principal desafio do calendário off-road nacional, o Rally dos Sertões terá início no dia 18 de agosto, em Goiânia (GO), com a equipe Honda Racing em busca do quarto título seguido entre as motocicletas. A 26ª edição do evento termina em Fortaleza (CE) no dia 25 de agosto e pode consagrar Jean Azevedo como o maior vencedor da história da prova. Atual campeão, o paulista busca o oitavo título na categoria motos.

A equipe vermelha entra com força máxima nas disputas e também conta com os pilotos Gregorio Caselani, Tunico Maciel e Júlio “Bissinho” Zavatti. O roteiro da prova inclui mais de 3.601 quilômetros de desafios, 2.059 deles de trechos cronometrados (especiais), e também passa pelos Estados da Bahia e do Piauí.

Azevedo possui sete taças e já é recordista de títulos entre as motos. O objetivo agora é obter mais uma marca histórica na prova, considerada um dos principais ralis do mundo. Uma vitória da Honda Racing também significa o quarto título seguido da equipe entre as motos, já que o paulista faturou o título em 2015 e 2017 e Caselani, do Rio Grande do Sul, venceu em 2016. A dupla acelera pela categoria Super Production.

“O Rally dos Sertões é a principal prova do meu calendário, eu trabalho o ano todo pensando nesse desafio”, afirmou Azevedo, que irá acelerar a motocicleta Honda CRF 450RX na busca por mais uma vitória na competição.

“O meu foco, independente da possibilidade de me tornar o maior campeão da história do Sertões, é fazer o melhor na prova e lutar pelo título”, continuou. “Eu não encaro isso como uma pressão a mais, mas é claro que se eu conseguir essa proeza vou ficar muito contente.”

Azevedo se diz preparado para o início da competição. “Eu intensifiquei meus treinamentos com a moto nas últimas semanas. Fui para a Serra da Canastra, andar nas pedras, e também treinei na areia. Na questão da preparação física, estou no meu pico agora, na melhor fase possível”, garantiu.

Gregorio Caselani é o atual líder da categoria Super Production e da classificação geral do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, que realiza as cinco últimas etapas da temporada no Rally dos Sertões. Além de manter a ponta na competição nacional, o gaúcho está de olho no bicampeonato das motos no Sertões.

“Como estou liderando o Brasileiro, vou em busca das duas coisas: a vitória no Rally dos Sertões e a manutenção da liderança no campeonato nacional. Não quero abrir mão de nenhuma destas conquistas”, disse Caselani. “Estou empolgado para a disputa do Sertões. Venho me preparando bem, a moto também está bem acertada. Então acho que tenho tudo para conseguir um ótimo desempenho”, completou.

Na classe Production Aberta, a aposta da equipe Honda Racing é o piloto mineiro Tunico Maciel com a moto Honda CRF 450RX. O mineiro é o líder dessa categoria no Brasileiro de Rally Cross Country.

“Eu me preparei muito para esta prova, tanto na parte física quanto na questão psicológica, já que é um desafio de sete dias que requer muita concentração”, explicou. “Estou muito focado e confiante em fazer um bom Sertões. Quero chegar lá, fazer uma prova boa e subir no ponto mais alto do pódio em minha categoria e, quem sabe, na geral também.”

Desde quando foi criada, em 2015, a categoria Brasil – CRF 230cc é dominada pelo paulista Júlio “Bissinho”. Ele quer faturar o quarto título consecutivo na classe exclusiva para os pilotos que competem com o modelo nacional assinado pela Honda. Outro objetivo é ter destaque na classificação geral – como fez no ano passado, quando cravou a quarta posição entre as motocicletas importadas.

“A minha expectativa é a melhor possível, ainda mais porque eu venho correndo a temporada toda. É o primeiro ano que eu participo do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country de forma integral. Eu me sinto 100% bem preparado desde o começo da temporada”, afirmou o piloto paulista.

Bissinho venceu todas as nove etapas da competição nacional em 2018 pela categoria para motos nacionais. “Isso ajuda muito, principalmente na navegação e na preparação física, porque atingi um ritmo de competição que é totalmente diferente do que se eu tivesse me preparado para fazer apenas uma prova”, completou.

A equipe Honda Racing de Rally conta com o patrocínio da Honda, Michelin, Mobil, D.I.D correntes, Edgers, BRC, Race Tech e Alex Design.

Roteiro do Rally dos Sertões 2018:

1ª Etapa – Domingo (19/08)
Goiânia (GO) – Formosa (GO)
Deslocamento Inicial – 245 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 315 km
Deslocamento Final – 126 km
Total do dia: 686 km

2ª Etapa – Segunda-feira (20/08)
Formosa (GO) – Posse (GO)
Deslocamento Inicial – 29 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 307 km
Deslocamento Final – 47 km
Total do dia: 383 km

3ª Etapa – Terça-feira (21/08)
Posse (GO) – Luís Eduardo Magalhães (BA)
Deslocamento Inicial – 24 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 255 km
Deslocamento Final – 71 km
Total do dia: 350 km

4ª Etapa – Quarta-feira (22/08)
Luís Eduardo Magalhães (BA) – Barra (BA) – ETAPA MARATONA
Deslocamento Inicial – 123km
Trecho Especial (Cronometrado) – 355 km
Deslocamento Final – 0 km
Total do dia: 478 km

5ª Etapa – Quinta-feira (23/08)
Barra (BA) – São Raimundo Nonato (PI)
Deslocamento Inicial – 0 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 401 km
Deslocamento Final – 45km
Total do dia: 446 km

6ª Etapa – Sexta-feira (24/08)
São Raimundo Nonato (PI) – Juazeiro do Norte (CE)
Deslocamento Inicial – 39 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 226 km
Deslocamento Final – 337 km
Total do dia: 602 km

7ª Etapa – Sábado (25/08)
Juazeiro do Norte (CE) – Fortaleza (CE)
Deslocamento Inicial – 168 km
Trecho Especial (Cronometrado) – 200 km
Deslocamento Final – 288 km
Total do dia: 656 km

TOTAL DA PROVA: 3.601 km
TOTAL DE ESPECIAIS: 2.059 km