Domingo, linha de partida em Brno. Valentino Rossi está gesticulando com um membro da sua equipe técnica após a direção de corrida determinar que a corrida era molhada quando uma senhora se aproxima do ídolo italiano. Valentino, afasta-a com o braço e ela é depois vista conversando com um outro membro da equipe do italiano.

Acontece que essa pessoa era a Ministra do Desenvolvimento regional do Governo da República Checa, Karla Šlechtová, que queria desejar sorte ao seu ídolo, e tirar uma foto com ele, sem sucesso…

O momento era de tensão e a governante pareceu ficar surpreendida com a indisponibilidade do italiano, que vivia um momento de tensão e de afinação de estratégia para uma corrida que parecia complicada.

Num momento daqueles a ministra nunca deveria de estar ali, pois cada segundo contava e as distrações, por mais curtas que sejam, pagam-se caro. Certo é que Rossi não fazia a menor ideia quem era a mulher, tratando-se de um episódio curioso e que nada tem de grave.

Karla Šlechtová falou depois do sucedido no Facebook: ‘Só lhe queria desejar sorte, como fiz com outros pilotos, uma boa corrida. Havia muito barulho e ele deve ter pensado que era uma adepta. Não foi exactamente assim, mas eu percebo. Entendo que ele é uma pessoa muito importante, uma verdadeira estrela. Mil agradecimentos ao nosso Karel Abraham e ao vencedor, Marc Márquez, pela atenção que me dedicaram.’

Levou um tapa de luvas! Kakakaka