Equipe do piloto brasileiro Enzo Lopes pode fechar?

A imprensa internacional comunicou que são fortes os comentários sobre o possível cancelamento da equipe JGR/Suzuki, na qual o piloto brasileiro Enzo Lopes foi contratado nesta temporada para competir os campeonatos americanos de supercross motocross.

Nada foi divulgado oficialmente, mas comenta-se que a Suzuki reduziu os investimentos na equipe e eles estão à procura de um grande patrocinador para viabilizar a equipe. Inclusive entrevistaram o chefe, Jeremy Albrecht que comentou que nada está definido, e que apesar deles continuarem com os trabalhos de preparação para a próxima temporada, ainda não teve definição sobre a continuidade da equipe.

Mais dois acontecimentos estão contribuindo para esses comentários. Primeiro foi a trasnferência do piloto da equipe na 450cc, Justin Hill se transferir para a Smart/Honda, e o outro foi a participação do campeão americano de motocross e supercross, o australiano Chad Reed, no Monster Energy Cup com uma Honda, já que nesta temporada ele foi o segundo piloto da JGR Suzuki no AMA Supercross.

A Suzuki já havia se retirado oficialmente do Mundial de Motocross em 2018, sendo que a equipe era de propriedade do supercampeão, o belga Stefan Everts, mas continuava presente nos campeonatos americanos com a parceria com a JGR, que deixou de utilizar as motocicletas da Yamaha e passou a competir com a parceria com a Suzuki.

Lembrando que a JGR Racing é uma equipe de propriedade da lenda da NFL (futebol americano) e Nascar, Joe Gibbs, sendo que seu filho decidiu a alguns anos atrás montar uma equipe para o motocross nacional, sendo que para isso, montou uma grande estrutura inclusive com pista própria para testes e desenvolvimento.