‘É cedo demais para definir desafios’ – Tom Lüthi

Depois de ter falhado nos testes de Novembro devido a lesão, Tom Lüthi considera que é prematuro traçar objetivos ou metas para a sua temporada de estreia no Mundial de MotoGP, na qual será um dos quatro novatos do pelotão.

Mesmo assim, em declarações ao speedweek.com, o suíço da Marc VDS recordou que este ano no Moto2 esteve ao nível de outros dois dos novos pilotos de MotoGP, deixando a entender que espera estar novamente no mesmo patamar na categoria prinicpal: ‘É difícil estabelecer objetivos quando ainda nem pilotei a moto. É cedo demais para definir desafio. O [Takaaki] Nakagami e o [Franco] Morbidelli pilotaram muito bem esta temporada e eu estive ao nível deles‘.

Recorde-se que Lüthi vai tripular uma Honda e será colega de equipa de Morbidelli na Marc VDS, única equipe só com estreantes em 2018. Já Nakagami será companheiro de Cal Crutchlow na LCR Honda, ao passo que Xavier Simeón também se estreia. No caso do belga, será pela Avintia aos comandos de uma Ducati.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.