Dakar 2020, Etapa 6: Brabec volta a vencer; Bühler abandona a prova

Ricky Brabec arrancou a etapa de hoje em 4º, a posição ideal para ganhar tempo e aumentar a sua vantagem na geral. Foi precisamente isso que aconteceu, ao conseguir vencer mais uma etapa no Rally Dakar. Na classificação da etapa seguiram-se Joan Barreda, a 1m34, e Matthias Walkner, a 2m45.

Ao final de 57 km era José Ignacio Cornejo que liderava, numa tentativa de ganhar algum tempo antes do dia de descanso de amanhã. Atrás do piloto chileno seguia o seu colega de equipe, Kevin Benavides que também perdeu bastante tempo no dia de ontem.

Benavides não tardou até lançar o ataque e passou para a liderança da etapa ao quilómetro 107. No entanto, Ricky Brabec mantinha-se por perto, a apenas 27 segundos do argentino, com Cornejo e Barreda a fechar um top 4 composto apenas pela Honda.

Tal como seria de esperar, com a vitória da etapa ao seu alcance, Brabec não iria desperdiçar a oportunidade. Depois de 213 km, o americano colocou-se na frente da prova, com 26 segundos sobre Benavides.

Kevin Benavides nunca desistiu e manteve-se sempre por perto do seu colega de equipe, assim como Matthias Walkner que seguiu já na terceira posição ao quilómetro 265. Porém, o americano não deu hipótese e, depois de uma etapa sem falhas, voltou a vencer, solidificando ainda mais a sua liderança na geral.

Joan Barreda conseguiu recuperar na parte final da etapa para terminar na segunda posição. Menos sorte tiveram Toby Price e Kevin Benavides que acabaram por perder bastante tempo nessa altura.

Hoje também foi um dia complicado para a Hero Motosports que viu Sebastian Bühler a ficar pelo caminho. Com o motor da mota partido, o piloto teve de abandonar a prova, quando ocupava o 18º lugar da classificação geral da prova.

Já Paulo Gonçalves foi, uma vez mais, o melhor português na etapa ao terminar no 8º lugar, a 8m16 de Brabec.

O piloto americano tem agora uma vantagem na geral de 20m56 sobre Pablo Quintanilla e de 25m39 sobre Toby Price.