Campeonato de Cross Country Maranhense

Olá, Pessoal.
Este fim de semana começou o Campeonato de Cross Country Maranhense.
É uma modalidade um pouco fora de moda, mas que te teve uma nova releitura esta semana.
Sob um novo modelo, a largada foi no estilo Enduro Fim, com hora marcada, com todos os pilotos sabendo o seu horário de largada para as 3 voltas. E destas três voltas, a pior era descartada.
O domingo amanheceu trazendo um temporal, deixando a pista em petição de miséria. Dava até dó de ver. Totalmente impraticável, por conta dos imensos alagados que se formaram no circuito.
Mas como fazer?
Os organizadores adiaram a largada, primeiro por uma hora e depois, renderam-se ao clima e deixaram para as 14 horas.
E São Pedro topou o acordo e deixou o sol aparecer.
Obviamente, tiveram que dar aquela ajeitada na pista, tirando os trechos mais complicados.
E o resultado ficou muito bom!
Com boa vontade e respeito aos competidores( muitos tinham vindo de longe) , a largada do Piloto Anderson Macedo, o número 01, da Categoria Nacional Trilha aconteceu exatamente as 14 horas.
E assim, 41 pilotos se aventuraram neste domingo que parecia perdido para muitos.
Tivemos 4 categorias disputando: Nacional Trilha, Importada Trilha, Nacional Motocross e Importada Motocross.
Usamos um programinha de apuração dos resultados em Excel feito a 4 mãos pelo Lorde Organizador Deleon e este que vos escreve.

Em tempos de vacas magras e de patrocínios escassos, economia e imaginação são as palavras de ordem.
Mas a economia foi só nisso.
Os troféus estavam belíssimos e em grande quantidade. E a moçada brigou muito por eles.
Os tempos foram bem apertados, já que a pista foi reduzida. Um vacilo e já era. Alguns segundos deixaram muito nego fora do pódio.
Para àqueles que não tiveram um desempenho, digamos, formidável, tivemos a categoria “ Pinhão Liso”, que reunião os 5 piores tempos de todas as categorias. Kkkkk.
E a moçada se divertiu !
Parabéns à todos envolvidos na organização. Parabéns ao Deleon, que soube usar de seu carisma, para reunir essa moçada nota 10.
Acreditaram no sonho e em sua realização.
E eu também acredito que conseguimos emplacar mais uma modalidade forte aqui no Norte do Maranhão.
Serão 4 etapas durante o ano e com a chancela da Federação Maranhense de Motociclismo, sempre atuante.
Esta primeira etapa serviu de termômetro para a Copa e o resultado foi muito bom.
É isso!
Caso alguém esteja interessado em saber como foi o formato usado e queira fazer uma prova em sua cidade, é só me passar um zap ( 98- 98897-2076), que disponibilizo o programa de apuração. 0800!
Grande abraço a todos.
Beto Corvo.