Andando sem compromisso…. Sexta feira da Paixão

Rogerio e Jaburú
Rogerio e Jaburú

Por Adalto Gomes Filho 

Nesse final de semana, feriado santo, resolvi tirar a teia de aranha dos equipamentos, muito mofo, muita poeira, mas nada como lavou está novo e pau na mula!

Quando você se torna um ancião, você começa a ficar mais chato, e com a chatura vem as manias, e com as manias vem… Hoje em dia, estou mais preocupado com a boa prosa do que mesmo andar de moto, e por isso, chamei meus grandes amigos (Jaburu, Thiago Biage e Rogerio Silva) para andar de moto comigo, e junto tive a surpresa de vim vários outros como Nilinho, Marco e mais uma turma de Valença e Rio das Flores.

Quando se fala em andar em Rio das Flores, se fala em andar dentro do sitio do Rogerio, lá é o paraíso das trilhas, e as melhores estão la dentro! “Eu cuido das trilhas dentro da minha propriedade, ontem mesmo vim aqui para abrir uma nova para gente, do outro lado meu funcionário esta tirando uma casa de marimbondos para gente passar, você vai ver!”, disse Rogerio.

Thiago Motovideo
Thiago Motovideo

Andamos e andamos, lá é bem travado, e devido alguns pilotos menos experientes, tivemos que esperar um pouco a turma se juntar, mas por um lado foi legal que conseguimos prosear e muito!

Espera ai, e a casa de marimbondos! O que deu? Kakakaka! Uns nao ouviram que os marimbondos eram aqueles que grudam no cabelo, aquele pretinho que nao faz mau a ninguém, mas como distinguir isso na trilha? Eu passei primeiro, e quando vi a casa de marimbondo, sem querer bati nela, Luiz Arthur veio atrás e foi procurar onde era o caminho, ai meu amigo, juntou uma nuvem nele, Tiago chegou atras, jogou a moto no mato, saiu correndo se debatendo, foi um correria de cinema, pena que nao tinha ninguém filmando, e ate saber se o marimbondo mordia o nao, o stress foi geral! Kakakaka! Eu só de camarote rolando de rir!

Depois da briga dos marimbondos, tradicional parada na sede do sitio, com direito a comes e bebes, todos se preparando para uma volto na trilha sobre as nuvens, que para mim é uma das melhores, ou é a do manicoto, ou da matinha da macaca, é tanta trilha dentro do sitio que falo que todas são excelentes!

Luiz Arthur e sua moto tatu!
Luiz Arthur e sua moto tatu!

Mais um volta feita, Luiz Artur e Tiago queriam mais, eu fiquei de molho junto com a turma, dai prosa e mais prosa, relembrando velhos causos da época do Beto Reis, grande figura local, excelente piloto, que nos deixou prematuramente a poucos anos.

Para finalizar, tilapia, com molho tártaro, na Pousada do Lago, do nosso amigo Marcelo, ai sim fechamos o dia com chave de ouro!

Quando vou andar de novo? Nem eu sei, so sei que a prosa vai ser boa, como foi com os amigos que estive na ultima sexta feira!

Abracos a todos, e que veiam mais reuniões como essa, se Deus quiser!