9a Trilha da Fé – Lavras-MG/Aparecida-SP/Lavras-MG

800 KMS em um desafio inesquecível!!! De 21 à 24 de janeiro de 2016!!!

Com uma turma de 55 pessoas entre pilotos e apoio partimos para a 9o Trilha da Fé com uma mescla de pilotos experientes e novatos de Lavras rumo ao Santuario de Aparecida no estado de São Paulo, depois de uma temporada de chuva o tempo abriu e fomos sem chuvas com pilotos de 16 cidades e 2 estados.

Tudo começou as 06:00hs do dia 21/01/2015 quando os pilotos e apoios que iam fazer parte da aventura envolvendo trilha e fé começaram a se reunir na Moto Point para enfrentarmos o primeiro dia rumo a Lambarí-MG com uma previsão de 200 Kms no dia. Com uma estrutura envolvendo 04 caminhonetes 4×4, , 01 Microônibus, 01 caminhão e 1 Furgão, estávamos prontos para iniciar mais uma Trilha da Fé rumo ao Santuário da Padroeira do Brasil Nossa Senhora Aparecida.

1o Dia – Teste para os pilotos em Trilhas de nível médio e alto!!!
Com um trajeto inédito partimos rumo ao primeiro neutro na cidade de Ingaí onde já começaram as baixa por problemas mecânicos e onde a turma viu que na Trilha da Fé não tem moleza não, tem que se superar e muito para completar o trajeto, de Ingaí partimos para uma puchada de 70 Kms por Trilhas até São Thomé das Letras onde a turma viu o por quê que pau é pau e pedra é pedra, em São Thomé das Letras o bicho pegou e vimos alguns pilotos tocando para honrar mesmo o nome, pois as trilhas eram intermináveis. Após São Thomé e já com algumas baixas partimos para Lambarí passando pela difícil trilha do Sanhaço onde a turma viu que a habilidade manda e demais nas dificuldades, os pilotos da Honda Rally Tunico Maciel e o piloto do Zanol Team, Júlio Ferreira como sempre dando show de habilidades.
A turma do apoio já com oficina montada iniciou os trabalhos e a chuva chegou de vez, terminando as manutenções às 03:00hs da manhã.

2o Dia – Dia longo com trilha em cima de trilha de 07:00 às 22:00hs!!!
Mais uma vez o nosso amigo Edinho do Paiolinho e sua turma nos agraciaram com muitas trilhas, foi nesse dia que a turma viu o por quê de a trilha da fé ter regras pois cada minuto atrasado na trilha durante o dia será cobrado no final do dia, e como alguns pareciam não acreditar, ai colocamos pra derreter mesmo e independente do horário sem cortar trilha, pois o tempo estava ajudando, passamos por Heliodora, Natércia, Pedralva, Itajubá, Wenceslau Bráz, Delfim Moreira, Guaratinguetá até chegarmos ao Santuário de Aparecida quando já era 22:30hs. Foi um dia muito longo com muitas trilhas um grau de dificuldade altíssimo onde alguns viram o verdadeiro espirito da trilha da fé onde qualquer um pode precisar de um amigo, o pau torou neste dia.

3o Dia – Um dia de visuais incríveis e descidas intermináveis!!!
Este ano quem nos agraciou com visuais fantásticos nas regiões de Delfim Moreira e Maria da Fé foi o o Juninho de Itajubá passando por trilhas fantásticas de visuais incríveis e descidas intermináveis, fiquei impressionado com a beleza natural da região, foi de encher os olhos, passamos por caminhos onde nunca tínhamos passado antes chegando em Lambarí as 17:00hs onde foi servido um belo rodízio de pizzas

4o Dia – Pra quem achou que seria só estradinhas???
Partimos de Lambarí para o último dia de trilha da fé e para quem achou que ia ser somente estradinhas na região de São Thomé das Letras o bicho pegou e teve muita gente que teve que gastar o restinho das energias para chegar a Lavras de moto, tanto é que logo na saída de São Thomé a moto do Zeca Boce preferiu perder os dentes do pinhão do que mastigar as pedras da região.

Agradecimentos:
Agradeço primeiramente a Deus, Nossa Senhora Aparecida e Nosso Senhor Jesus Cristo e a todos os amigos e apoios que fizeram com que esta trilha acontecesse mais uma vez, em especial ao sempre grande companheiro de treinos e trilha Reginaldo “Jornal” e ao Galego que este ano pegou a responsabilidade de abrir ou de fechar juntamente com o Robertinho e aos verdadeiros pilotos que estiveram neste passeio completando o trajeto completo sempre colaborando em cruzamentos, porteiras, fechamentos e ajudando os companheiros sem freiar para não chegar na frente e sem abandonar o posto em porteiras e encruzilhadas até o fechador chegar!!!